COMÉDIA DA VIDA PRIVADA

Às vezes aborrece-se com coisas verdadeiras, mas insurge-se com as falsas. Aceita elogios pelo que nunca fez, abusa da frase “sem falsas modéstias”, critica no

Ler mais »
https://www.pinterest.pt/pin/404620347782748620/

TIQUE-TAQUE

A finitude é a única certeza. O nosso tempo tem um fim. Mas o tempo continua. O tempo parece ser infinito. Ele não cessa. Apesar

Ler mais »

UMA QUESTÃO DE NOME

Lembro-me de Jô Soares contar que um jornalista tinha dito que estava de visita ao seu país a grande escritora portuguesa Sara Mago. O nome

Ler mais »

NATAL BARIL

“Ambrósio, apetecia-me tomar algo”, diz a senhora no banco de trás, aperaltadamente vestida de amarelo, com chapéu, luvas de pelica e vison ao ombro. O

Ler mais »

HAMBURGUESIA

Era uma vez um homem que tinha quase tudo o que de suficiente a vida podia oferecer-lhe. Contudo, insatisfeito, o homem começou a lamuriar-se por

Ler mais »

DAR UM TEMPO

Era de madrugada. A noite havia ficado entupida no leito do quarto, sem vontade de sumir. Contou as paredes, e nelas as sombras. Contou o

Ler mais »